Loading....

Apoio do Governo aos setores mais afetados pela pandemia é providencial, diz Gerson Claro

Apoio do Governo aos setores mais afetados pela pandemia é providencial, diz Gerson Claro

O deputado estadual Gerson Claro (Progressistas) classificou como providencial o pacote de medidas lançado hoje pelo Governo do Estado para apoiar os setores mais afetados pela pandemia do novo Coronavírus.

O megapacote, de R$ 763 milhões, abrange basicamente três eixos: auxílio financeiro, medidas fiscais e microcrédito orientado.

“Trata-se se uma grande investida contra os prejuízos econômicos provocados pela pandemia. Esse montante, junto com as ações já empreendidas durante todo esse período difícil e a vacinação da população, certamente vão ajudar Mato Grosso do Sul nesse momento de recuperação. Nesse sentido, a Assembleia Legislativa continuará sendo parceira, aprovando as medidas necessárias”, afirmou Gerson Claro.

No setor de turismo, bares e restaurantes, mil profissionais vão receber auxílio de R$ 1.000,00 durante seis meses. Os 6.000 bares e restaurantes optantes pelo Simples Nacional, o que representa 95% do mercado, terão isenção total de ICMS até dezembro de 2022. As outras empresas do setor terão a redução da alíquota de 7% para 2%.

Os veículos vinculados a esse segmento terão ainda isenção de IPVA, sem contar com R$ 4 milhões em editais de inovação e promoção de eventos turísticos. Ao todo, são três projetos de lei que seguem para aprovação da Assembleia Legislativa, além de dois decretos para viabilizar os benefícios.

Foi lançada ainda linha de microcrédito com juro zero. Artistas também receberão um auxílio emergencial de R$ 1.800, em três parcelas de R$ 600.

Para o setor, o pacote contempla investimentos como R$ 21 milhões do FIC, R$ 24 milhões em novos editais como o auxílio emergencial, R$ 15 milhões em festivais novos e tradicionais e R$ 18,65 milhões em obras de reformas do patrimônio cultural.

O evento desta manhã também marcou o lançamento do cartão alimentação de R$ 200 mensais do programa Mais Social, que vai beneficiar até 100 mil famílias de baixa renda.

“Esse apoio do Governo é providencial para as famílias carentes, além dos setores mais afetados pela pandemia”, concluiu.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Back To Top