Loading....

Ramal do gás natural e contorno rodoviário na BR-060 são temas de audiência pública em Sidrolândia

Ramal do gás natural e contorno rodoviário na BR-060 são temas de audiência pública em Sidrolândia

O contorno rodoviário na BR-060 e a instalação de um ramal do gás natural em Sidrolândia serão temas de audiência pública na próxima quinta-feira (26), a partir das 18h30, na Câmara de Vereadores do município.

Os debates serão realizados a pedido do deputado estadual Gerson Claro (PP), que já vem fazendo gestões no governo do Estado e no DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) para garantir as obras, e pelo deputado federal Beto Pereira (PSDB).

Gerson já discutiu a possibilidade de instalação do ramal do gás natural em Sidrolândia com o diretor-presidente da MS Gás, Rudel Trindade Júnior, que deve comparecer à audiência pública para falar sobre questões técnicas acerca do tema.

O parlamentar destaca que o ramal do gás natural poderá trazer desenvolvimento para toda a região, ampliando as chances de investimento empresarial e industrial e consequente geração de empregos na cidade.

Sidrolândia é um dos municípios do Estado que mais cresce em número de empresas. Em 2000, eram 512, número que subiu para 1.173 em 2016, conforme dados do Sebrae.

A indústria também é um do setores que mais emprega e uma das que mais cresceu no Estado nos últimos anos, totalizando cerca de 30% dos postos de trabalho na cidade. O comércio e os serviços também são fortes, de acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Elaine Botton.

Conforme dados da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Sidrolândia está entre os 10 municípios do Estado com maior contingente de trabalhadores empregados na indústria, ocupando o 8º lugar.

Para o comércio e a indústria, o gás natural representa o uso de um combustível mais barato e seguro, sem contar que é uma forma de energia mais limpa para o meio ambiente. Sidrolândia conta hoje com cerca de 30 indústrias, incluindo cooperativas de grãos, fábricas de vestuário, frigoríficos, curtume e de bioenergia.

“Esse crescimento que já é registrado em Sidrolândia pode ser acelerado, impulsionado, com a chegada do gás. Todo o setor do comércio e da indústria será beneficiado, trazendo renda e desenvolvimento para o nosso município. E é nesse sentido que estamos trabalhando”, observou o parlamentar.

CONTORNO NA BR-060

Outra questão a ser discutida durante a audiência pública é a construção do contorno rodoviário da BR-060. A obra, segundo Gerson Claro, é urgente para ordenar o fluxo de veículos, preservar a malha asfáltica e evitar acidentes.

“A BR-060 conta com intenso tráfego de veículos, sobretudo aqueles de grande porte, que acabam passando pela avenida principal de Sidrolândia. Além de evitar o desgaste do asfalto, que não está preparado para tanto peso, o contorno rodoviário também será de grande utilidade para evitar acidentes”, justificou o parlamentar.

Conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Sidrolândia possui hoje população estimada em 57.665 habitantes, com frota de 13.276 veículos circulando diariamente.

Gerson ressalta que Mato Grosso do Sul está se preparando para tornar-se a “porta de saída do Brasil” no futuro corredor bioceânico, que vai ligar o país ao Chile, passando pelo Paraguai e Argentina.

“A BR-060 será fundamental para a ligação rodoviária bioceânica. Por isso, trata-se de uma rota de grande importância”, reforçou o deputado.

A obra, que compreende trecho de 9,2 quilômetros, prevê uma interseção nível, adequação de duas interseções existentes, a implantação de uma ponte sobre o rio Vacaria e dois viadutos em cruzamento com linhas férreas.

Gerson Claro já discutiu o projeto com o diretor do DNIT em Mato Grosso do Sul, Euro Nunes Varanis Júnior, que foi convidado para o evento na Câmara de Sidrolândia. O deputado também apresentou a reivindicação da obra no plenário da Assembleia Legislativa.

Além de representantes da MSGás e do DNIT, a audiência pública deve contar com a presença de representantes da Casa Civil, das secretarias de Infraestura, Produção e Governo, prefeitura de Sidrolândia, além de empresários, comerciantes e lideranças locais.

“Em nome do vereador Kennedi Forgiarini e do presidente Carlos Henrique Nolasco, queremos agradecer a Câmara Municipal, que nos atendeu e está realizando essa audiência pública de tamanha importância para o município. Nosso agradecimento também à prefeitura pelo apoio nesse projeto que pode transformar a vida da nossa população”, finalizou.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Back To Top