Loading....

MS Gás confirma que vai priorizar ramal do gasoduto para Sidrolândia

MS Gás confirma que vai priorizar ramal do gasoduto para Sidrolândia

Durante audiência pública na Câmara Municipal de Sidrolândia, na noite dessa quinta-feira (26), diretores da MS Gás confirmaram que a companhia vai priorizar o projeto que levará o ramal do gasoduto para o município.

As gestões para que o empreendimento se concretize já vêm sendo feitas pelos deputados Gerson Claro (PP) e Beto Pereira (PSDB). Eles conversaram com o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), e com o diretor-presidente da MS Gás, Rudel Trindade, e garantiram posicionamento positivo sobre o ramal.

O gerente comercial da MS Gás, Luiz Antônio Duarte, esteve na audiência pública e explicou que a ideia da empresa é levar o gás natural até Dourados, passando por Sidrolândia, Maracaju e Itaporã.

Gerson Claro enfatizou que novas indústrias devem se instalar em Sidrolândia a partir da chegada do ramal do gás no município, trazendo emprego e desenvolvimento para a cidade e toda a região.

“Nossa conversa com o governador e com o Rudel foi muito positiva e isso só foi confirmado aqui na audiência pública, dentro daquilo que a gente já vem trabalhando, para fazer com que esse ramal seja eleito como prioridade pela MS Gás, e já foi confirmado que é prioridade. Diversificando essa matriz energética, abrimos possibilidade de uma energia mais barata, para ter mais empresas, mais empregos, mais renda, e mais desenvolvimento para o município”, afirmou o parlamentar.

O prefeito de Sidrolândia, Marcelo Áscoli, afirmou que a diversificação da matriz energética vai ampliar os negócios em Sidrolândia. Beto Pereira ressaltou que, confirmado o projeto do ramal do gás para o município, o próximo passo é trabalhar para acelerar o processo de licitação.

O presidente da Câmara de Vereadores, Carlos Henrique Olindo, enalteceu a audiência pública como ferramenta de participação popular. “Nada mais justo do que o povo opinar sobre como será gasto o seu dinheiro”, disse.

Contorno rodoviário da BR-060

Durante a audiência pública, outro assunto discutido foi o projeto de construção do contorno rodoviário da BR-060. O superintendente do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Euro Nunes Varanis Júnior, participou dos debates e expôs detalhes técnicos sobre a obra.

Em um estudo recente, foi constatado que mais de 8 mil veículos circulam diariamente pela cidade. Desses, mais de 20% são de carga.

Gerson Claro lembrou que, além de danificar a malha asfática, os caminhões trazem risco constante de acidente na região.

“É sem dúvida uma necessidade, já que nós temos esse número grande de caminhões passando por dentro de Sidrolândia, e isso deverá triplicar em breve, então é um assunto que nos preocupa. A construção do contorno é inevitável, algo que temos que planejar agora pensando no desenvolvimento que está acontecendo e na expansão que ainda vai acontecer”, disse.

O DNIT informou que a obra deve custar R$ 40 milhões. Devido à escassez de recursos no órgão, Beto Pereira e Gerson Claro se comprometeram em buscar verba com a Bancada Federal, por meio de emendas parlamentares.

Também participaram da audiência pública vereadores de Dourados, Maracaju e Itaporã, além do representante da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Lucio Lagemann.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Back To Top